A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

sábado, 27 de junho de 2015

EM CONGRESSO COM MÉDICOS DO RJ, ROGÉRIO DIZ QUE "GOVERNO DO PT AFRONTA A SOCIEDADE"

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) foi um dos convidados da organização do Congresso Fenam 2015, organizado pela Federação Nacional dos Médicos, que este ano ocorre no Rio de Janeiro. O tucano participou do debate de abertura do evento, nesta sexta-feira (26), que teve como tema "Reforma política, crise econômica, desindustrialização, corrupção, democracia e liberdade de imprensa, falência da assistência à saúde".

Em seu discurso, Rogério lembrou dos movimentos populares e das mobilizações atuais contra a presidente Dilma Rousseff. Para o parlamentar, os protestos e a insatisfação das pessoas têm aumentado com a administração federal porque o "governo do PT afronta a sociedade". Referência feita a série de escândalos de corrupção e as últimas medidas tomadas por Dilma, aumentando juros e taxas para cobrir o rombo financeiro nas contas públicas.


"O povo foi para as ruas pois está cansado de corrupção. As últimas manifestações foram uma grande reação da sociedade porque o governo, de forma institucional, está afrontando a sociedade. Este é um momento de instabilidade política", disse Rogério Marinho.

O Congresso Fenam é um importante momento de reflexão para os médicos do país em torno da conjuntura política nacional e internacional, além das problemáticas sindicais na atualidade. O potiguar Geraldo Ferreira, presidente da Federação, fez a abertura do evento  enfatizando a importância política do Congresso. “A Fenam tem o cunho político, nos posicionamos contra a corrupção, em defesa da democracia e das liberdades. E temos a obrigação de transmitir isso à população”, declarou.

Além de Rogério Marinho, a mesa de abertura do evento também contou com a participação do deputado federal Roberto Freire (PPS-SP) e do vereador Paulo Pinheiro (Psol-RJ).

Texto: Assessoria de imprensa - Deputado Federal Rogério Marinho

Nenhum comentário: