A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

quarta-feira, 24 de junho de 2015

SENADOR JOSÉ AGRIPINO : "QUEM MAIS SOFRE AS CONSEQUÊNCIAS DESSA CRISE NA GESTÃO DILMA É A GOVERNABILIDADE

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse nesta quarta-feira (24) que quem mais sofre com a crise do governo Dilma Rousseff e com os atritos entre os principais representantes do PT é a governabilidade. Em aparte ao discurso do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), o parlamentar pelo Rio Grande do Norte afirmou que é preciso fazer uma avaliação do momento crítico que vive o país para que os rumos sejam corrigidos.

“Quem sofre as consequências dessa crise da gestão petista é a governabilidade. O país está sem rumo. É inflação beirando os 9%, economia estagnada, estamos dentro de um processo de estagflação, o trabalhador desesperado com perspectiva de desemprego. Todos esses são fatos graves e é nossa obrigação, como oposição, fazer avaliação do que está ocorrendo e encontrar um rumo para o país”, destacou Agripino.


O senador comentou ainda as recentes críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a sua sucessora. Em encontro com um grupo de religiosos, sábado (20), em São Paulo, Lula creditou ao governo Dilma a crise vivida pelos petistas. Para ele, a taxa de aprovação de Dilma está no “volume morto”. Recente pesquisa Datafolha apontou que o governo da chefe do Executivo bateu recorde de rejeição: 65%.

Em outro evento, também em São Paulo, o ex-presidente afirmou que o PT está velho, viciado em poder, apegado a cargos, empregos e vitórias eleitorais. “Até hoje não existia conflito explícito entre Lula e Dilma. O que parece é que, pelo fato de a presidente estar com a avaliação ruim e Lula ter instinto de sobrevivência na ponta dos dedos, ele saiu com essa pérola do ‘volume morto’”, disse Agripino. 

Texto: Rominna Jácome

Nenhum comentário: