A LUTA CONTINUA!


"HÁ VITÓRIAS QUE EXALTAM, OUTRAS QUE CORROMPEM; DERROTAS QUE MATAM, OUTRAS QUE DESPERTAM."
Antoine de Saint-Exupéry

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

DE: "APERREIO"


27 de agosto de 2014

‘Eu não disse?’
Lula disparou gritos de pânico ao telefone, ontem, para os marqueteiros do PT, especialmente João Santana e o ex-jornalista Franklin Martins. Ele sempre advertiu que Marina era a adversária a temer, e não Aécio.

Mal me quer, bem…
O Ibope detectou algo constrangedor para a presidenta Dilma: sua rejeição de 36% (percentual de eleitores que dizem não votar nela de jeito nenhum) é maior que os 34% de intenção de votos.
 
<<<<<>>>>>

DE: LERIADO


HISTÓRIA DO CANGAÇO

PARA TIRAR RAÇA
 
Sempre que o coração cruel de Lampião se abrandava num gesto compassivo, Sabino Gomes, seu lugar-tenente, resmungava, contrariado. Quando foi, por exemplo, da ocupação da cidade cearense Limoeiro do Norte, Lampião rendeu-se às súplicas do vigário local para não saquear as casas de comércio. Sabino (das Abóboras), visivelmente irritado, mandava o padre rezar e cuidar da sua igreja, não se metendo em coisas que não são da conta de quem veste batina.
Sabino foi morto pelo próprio Lampião, que sempre o temeu, se arreceou do seu crescente prestígio no bando e se tornou cobiçado dos cinquenta e tantos pacotes que Sabino trazia sob a cartucheira.
- Antes que ele me queira jantar, eu o almoço! decidiu Lampião, suspeitoso de que Sabino, mais hoje, mais amanhã, o abatesse com um tiro, para se apoderar da centena de contos de réis que também ele, Virgulino, acarinhava de encontro à cinta.
Uma das preocupações de Sabino na vida de crimes a que se entregou era vingar a morte dum seu irmão, o Gregório, rapaz pacato e benquisto, eliminado numa emboscada pelo Zé Favela. Nunca se pôde saber a causa desse assassínio.
 
 
Um dia, casualmente chegando a uma fazenda, Sabino e seus cabras encontraram o Zé Favela, desarmado. Reconhecê-lo e arrastá-lo para o terreiro, a fim de ser sangrado, foram coisas simultâneas. Antes, porém, que a vingança se consumasse, a dona da casa, com um crucifixo à mão, implorou do sicário, aos gritos:
- Seu Sabino, lhe peço por esta image: não mate o home! É o premêro pedido que lhe faço e se alembre que o sinhô nunca chegou nesta casa que não tivesse comidoria e arrancho e a gente não lhe botasse no piso da poliça! Me faça isso, seu Sabino, não mate o home!
Sabino quedou um instante e falou pro Zé Favela:
- Cabra, tu vai me dizer uma coisa: por que foi que tu matou meu irmão?
Zé Favela, sobranceiro como um nobre condenado, que altivamente aguardasse a morte, redarguiu, sem pestanejar:
- Seu Sabino, eu matei seu irmão, enganado.
- Enganado como, cabra mentiroso?
- Cabra mentiroso, não seu Sabino! Eu matei seu irmão enganado! Matei ele, enganado, porque eu ia matar era o senhor!
A confissão era verdadeira, mas brutal! Os companheiros de Sabino sentiram que o Favela não seria poupado. Mas o interrogatório prosseguia:
- Me matar por quê, cabra, se eu nunca te fiz mal?
- Eu ia matar o sinhô pra ganhar 50$000 do Joaquim Manduca, da “Boa Esperança”.
- Bem! deliberou Sabino. Você agora vai nos mostrar o caminho daqui pra “Boa Esperança”.
De novo, a mulher choramingou:
- Seu Sabino, lhe vem uma raiva no caminho e o sinhô acaba é matando este home numa volta da estrada! Seu Sabino, me atenda! Seu Sabino…
- Ora, larguemo de mamãezada! aborreceu-se o próprio Zé Favela, em favor de quem eram os rogos da dona da casa. O home só morre quando a hora é chegada! Quem morre na véspera é porco ou piru. Vambora, seu Sabino!
E saiu, resoluto, a guiar o grupo de cangaceiros. Quando avistaram a “Boa Esperança”, Zé Favela pediu:
- Seu Sabino, me dê um rife que o “serviço” no Joaquim Manduca quem faz sou eu. Se o sinhô me aceita, eu caio na vida da espingarda, debaixo de suas orde. Lhe prometo não lhe fazer vergonha, porque eu cá sou um cabra ditriminado e tanto me faz morrer hoje como na sumana que vem!
Sabino esteve a refletir e, logo com firmeza:
- Não! eu não posso me esquecer nunca de que foi você que matou meu irmão… Agora, puxe por ali! Depressa, se não quer que eu faça com você o que você fez com o Gregório…
Zé Favela rodou nos calcanhares.
Aos seus cabras, estupefatos ante aquele gesto de clemência, Sabino explicou, acendendo um cigarro:
- Eu não perdoei este peste, devido a diabo de rogativa de mulher, não! Perdoei porque ele teve a coragem de me dizer a verdade. Cabra macho de todos os seiscentos: tudo quanto era de faca fora das bainha, ele me disse, de cara e sem tremer o beiço, que matou meu irmão enganado: – ia matar era a mim! Numa apertada hora daquelas, pra um home me dizer o que este cabra me disse, precisa não saber o que diabo é medo!
Fez uma pausa e, depois, soltando com força uma baforada de cigarro:
- Um cabra destes não se mata! Deixa isso viver pra tirar raça!
<<<<<>>>>> 

Do livro:  No Tempo de Lampião”, de autoria de Leonardo Mota.

POESIA POPULAR NORDESTINA

ORGULHO DE NORDESTINO:

Pelo vaqueiro que vaga
Por PINTO e sua viola
Por ZUMBI, o Quilombola,
CONSELHEIRO e sua saga.
Pelo baião de GONZAGA
E a luta de VIRGOLINO
O barro de VITALINO
Pelo menino de engenho
Por isso tudo é que tenho
Orgulho de ser nordestino.
 
<<<<<<>>>>>>

terça-feira, 26 de agosto de 2014

JARDIM DO SERIDÓ-RN: RÁDIO CABUGI DO SERIDÓ OFERTA AO MUNICÍPIO SHOW DO SUPERSTAR LUAN


RN - ELEIÇÕES 2014: OLHA AÍ ELEITOR... A VOLTA DE UMA DAS VELHAS "BREJEIRAS"

Os tempos passam mas, infelizmente, velhas práticas nefastas utilizadas por alguns "coronéis  de patente e seus xeleléus",  ainda estão sendo utilizadas na nossa política partidária visando a própria manutenção desses oportunistas sob a sombra do poder.
Tomei conhecimento que em uma das regiões do nosso Estado, alguns elementos estão organizados para à realização de "uma brejeira" contra um candidato que desponta como provável vencedor  nas eleições deste ano de 2014.
Pelo que me foi repassado a "brejeira" que já é bastante manjada, mas que ainda surte efeito, será realizada da seguinte forma: Um dos elementos principais  (ou um dos seus xeleléus) visitará as residências - principalmente das pessoas menos esclarecidas - onde o provável candidato eleito tem dois, três ou mais voto. Inicialmente elogiarão  a escolha dessa família, dizendo que o candidato escolhido é uma pessoa competente, honesta e trabalhadora. Em seguida, dirão que o mesmo já está eleito e que dos dois, três, quatro votos que esta família está destinando ao candidato já escolhido um ou mais votos seja dado ao candidato indicado pelo assecla, e que o candidato  que ele está indicando está enviando aquela família  (dizem no boato) "um agradecido agradinho".

O candidato alvo dessa turma já deve ter sido informado e como é uma pessoa esclarecida certamente irá  as praças públicas prevenir  seus eleitores para mais essa "brejeira da política potiguar".
A região, o município  e o nome do candidato que pode ser prejudicado é...  é o nome dos coronéis e seus xeleléus vocês caros eleitores irão descobrir... "bem molim"!
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Brejeiras significavam, na prática, as fraudes eleitorais praticadas pelos velhos coronéis da política do Rio Grande do Norte (NO POPULAR: VERDADEIRAS SACANAGENS NA POLÍTICA).

ANTONIO MARTINS - RN: PREFEITO DR. 'ZÉ JÚLIO' CELEBRA CONVÊNIO PARA CONSTRUÇÃO DE 300 CASAS POPULARES

Preocupado com a questão habitacional, o prefeito de Antonio Martins, Dr. Zé Júlio, conseguiu viabilizar a construção de 300 unidades habitacionais na zona urbana.
O projeto das casas populares foi apresentado neste sábado, às 16h, no Salão Paroquial, com a presença das famílias que serão beneficiadas. 
As novas moradias serão construídas em forma de conjunto habitacional, em três etapas de 100 unidades, através do programa “Minha Casa Minha Vida Urbano”.
O evento foi aberto pela secretária municipal de Habitação, Trabalho e Assistência Social, Rosineide Mesquita, que coordena o cadastro das casas populares.
 
Prefeito Dr. Zé Júlio manifestou satisfação em realizar o sonho da casa própria para 300 famílias
 
Coube aos representantes da AEAD (Agência Executiva de Apoio ao desenvolvimento), entidade responsável pelo projeto, detalhar como as casas serão construídas.
Ao pronunciar-se, Dr. Zé Júlio falou da satisfação em celebrar tal convênio e ressaltou a importância para quem há tanto tempo sonha com a casa própria.
“Estamos trabalhando para erradicar o déficit habitacional e, com isso, trazer mais dignidade às famílias de nosso município”, disse o prefeito, lembrando que, em seus dois mandatos anteriores, construiu mais de 500 casas populares.
O evento contou com a participação de todo secretariado, vereadores e representantes da sociedade civil, além dos beneficiários.

BRASIL: DEPENDE DO GOVERNO DILMA UM NOVO AUMENTO NO PREÇO DA GASOLINA

Barril do petróleo aumentou 1,9% enquanto preço da gasolina, 20%

 
Aumento porquê?           
Por que aumento? Barril subiu só 1,9% desde 2011
            
A gasolina subiu 13,2% no Brasil desde a posse de Dilma: de R$ 2,612 em 2011 para os atuais R$ 2,959. O desempenho do diesel é bem pior: subiu 24,3% no mesmo período. De R$ 2,009 em 2011 a R$ 2,498 hoje. Difícil explicar o aumento “imprescindível” pretendido pela Petrobras no cenário atual. O barril de petróleo cru era negociado a US$ 91,55 em 2011 e US$93,38 ontem. Aumentou só 1,9% no período. Leia na Coluna Cláudio Humberto.
 
Publicado: 26 de agosto de 2014 às 2:57

POESIA POPULAR NORDESTINA

Mulher, se lembre das juras
Que fizemos na matriz;
Se esqueça de advogado,
De promotor e juiz;
Se acostume a levar ponta
Pra gente viver feliz.

Zito Siqueira
<<<<<>>>>> 
 
Quando eu voltar aqui
Seu menino tem crescido
Sua filha tem casado
Já tem deixado o marido
Sua mulher já tá com outro
E o senhor já tem morrido.

Onésimo  Maia
<<<<<>>>>>
 
Sua vida inda está boa
A minha é que está ruim
Que você tá no começo,
Eu já tô perto do fim;
Tô perto de ficar longe
De quem tá perto de mim.

Lourival Batista
<<<<<>>>>> 

DE: PIADA

MARAVILHAS DA CIRURGIA PLÁSTICA

Um casal está em um motel. Tinham feito um "sapeca Iaiá " e agora fumavam um cigarrinho.
— Esses seus peitos são incríveis. Como podem ser tão firmes, sendo que você já deve ter uns trinta.
— Trinta e seis! 230 ml de silicone de cada um.
— Viva a cirurgia plástica!
— Gostei deste seu sorriso. É muito bonito.
— 16 dentes implantados. Mais de 12 horas de cirurgias.
— Viva a odontologia!
— Gostei dos seus cabelos. São naturais, não é mesmo?
— Aplique. Estavam curtinhos. Não quis esperar crescerem. Mas os seus são...?
— Interlace. Nem dá para perceber. Posso até nadar com eles.
— Essa sua bundinha arrebitada...
— Silicone. Nas batatas da perna também tem um pouco.
— Onde mais você já mexeu?
— Pálpebras, maçãs do rosto, queixo, pescoço, lipo na barriga, culotes, cintura, botox, lifting... e também fiz a "preciosa".
— Você quer dizer a...
— Exatamente!
— O que você fez?
 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

ACELERA "TUTA"...


BRASIL: GRIPE 'A' MATA 19 PESSOAS ESTE ANO EM MATO GROSSO

Da: Rádio Agência Nacional
Graziele Bezerra
25/08/2014

Dezenove pessoas morreram vítimas da gripe H1N1, de janeiro a agosto deste ano, em Mato Grosso. Cinco delas somente na capital, Cuiabá. De acordo com o sanitarista Juliano Silva Melo, Superintendente de Vigilância em Saúde no Estado, a maioria dos casos é de crianças, adultos e índios que não receberam a vacina contra a gripe. Ele fala da importância da imunização.
O sanitarista também faz um alerta para se cultivar os hábitos de higiene, que continuam sendo os principais aliados no combate à doença. Desde o início do ano, Mato Grosso registrou 211 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Desses, 45 foram da gripe H1N1.