A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

domingo, 24 de julho de 2016

DE: FRASE

TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO MEU BRASIL... VÃO SE PREPARANDO PARA A "LAPADA QUE O GOVERNO VAI DAR NO ESPINHAÇO DE VOCÊS"!

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

GOVERNO ESTUDA REGRA QUE ELEVA TEMPO PARA SE APOSENTAR
  A nova regra de transição aumentará em 40% o tempo restante para aposentadoria


O governo estuda propor uma regra de transição no âmbito da reforma da Previdência que aumentará em 40% o tempo restante para a aposentadoria. O incremento será o "pedágio" a ser pago pelos contribuintes que estiverem mais próximos de obter o benefício e, portanto, estariam incluídos na chamada faixa de transição entre o regime atual e o novo modelo. Para os demais, deverá valer a idade mínima, que pode ser de 70 anos. Ainda não está fechado qual será a idade usada como referência para a divisão dos dois grupos.
A proposta dos 40% foi comentada esta semana em uma rede social pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e confirmada ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, pela pasta. "Para quem faltasse 10 meses, teria de trabalhar mais quatro. Faltariam 14 meses para aposentar", escreveu Padilha.
As centrais sindicais, no entanto, ainda não haviam sido apresentadas a essa ideia durante as reuniões que têm mantido com o governo para debater o assunto. Embora o Executivo mantenha o otimismo sobre a aceitação, líderes sindicais adiantam que não vão acatar a sugestão.
"Não aceitaremos nenhuma regra que aumente o tempo de trabalho para quem já está no mercado de trabalho", disse o deputado Paulinho da Força (SD-SP), presidente da Força Sindical. Para ele, as regras atuais de aposentadoria são um direito adquirido dos trabalhadores. "Pedágio, nem pensar", frisou. Como alternativa, o deputado sugere a criação de uma "Nova Previdência", com contribuintes nascidos a partir de 2001. Neste caso, a central aceitaria que o governo fixasse uma idade mínima para aposentar.
O presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, afirmou que a entidade tem analisado com "cautela" as propostas do governo e pediu bom senso do Executivo. "Não dá para ficar criando situações contrárias aos interesses do trabalhador. É tudo nas costas deles", disse. Os líderes sindicais engrossaram o coro de que o governo tem de "fazer a parte dele" para reduzir o déficit na Previdência, estimado em R$ 149,2 bilhões neste ano.
O marco de divisão entre quem poderá ou não usar a regra de transição "pode parar em qualquer lugar", explicou o chefe da Assessoria Especial da Casa Civil, Marcelo de Siqueira. Segundo ele, a questão ainda está em estudo e não há sequer definição sobre o que será usado como referência: a idade, o tempo de contribuição ou uma combinação dos dois.
Na prática, a ideia é que haja dois grupos, um que vai se aposentar pela regra de transição e outro que terá de esperar a idade mínima. A regra de corte é que vai dizer quem vai se encaixar em qual. "Para quem está próximo de se aposentar, não é idade mínima (que vai valer)", disse Siqueira.

DE: PIADA

E NO HOSPITAL...

O cara está no hospital, em estado delicado, mas fora de perigo. Porém, como a sua mãe é muito religiosa manda um padre para rezar com ele.
No meio da reza o paciente começa a se debater e fica tentando falar.
O padre, preocupadíssimo com aquela recaída, dá um papel e uma caneta para que ele escrevesse o que provavelmente seriam as suas últimas palavras.
Depois de alguns instantes de tensão ele falece e o padre vai pegar o papel para ver o que ele tinha escrito.
Então ele lê em voz alta, para todos os parentes do falecido.

sábado, 23 de julho de 2016

POESIA POPULAR NORDESTINA

DE: PIADA

DOR E VERGONHA

Um sujeito chega ao bar:
- Garçom! Duas cachaças!
O garçom traz as cachaças. O sujeito bebe a primeira:
- Pela dor!
Ele bebe a segunda:
- Pela vergonha!
Pede mais duas cachaças e repete o ritual.
- Pela dor!... E pela vergonha!
Ele repete isso uma porção de vezes, até que o garçom, curioso, pergunta:
- Desculpe a minha indiscrição, mas... por que o senhor pede duas cachaças e brinda dessa maneira?
- É que eu estava em casa e resolvi tomar banho, totalmente pelado, no jardim. Aí o sabonete caiu no chão, eu me abaixei para pegar e o 'São Bernardo' do vizinho chegou por trás e... crau!
- Nossa! Que vergonha! - disse o garçom.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

ATENÇÃO!

video

DE: PIADA

COMPORTAMENTO DA ESPOSA E A AMANTE

Duplamente desconfiado, da mulher e da amante, Jorge resolve mandar as duas num mesmo cruzeiro para depois investigar como cada uma havia se comportado.
Na volta, Jorge pergunta à mulher como foi a viagem, como eram os passageiros, o que eles faziam, até identificar a amante.
— Como era mesmo essa mulher?
— Ah, uma sirigaita! — ela responde. — Não se passou uma noite sem que aquela mulherzinha dormisse com um homem diferente...
Meio desconcertado, Jorge procura a amante e faz a mesma pergunta.
— Ah, essa tal coroa era uma verdadeira dama — conta.
— Como assim? — pergunta Jorge, meio aliviado.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

EM FOZ DO IGUAÇU NO ESTADO DO PARANÁ...

Homem tira a roupa em porta de agência bancária.

DESCONHECIMENTO OU PRECONCEITO?

POLÍTICOS CONSPIRAM CONTRA POSSE DE DEPUTADO COM DOENÇA DEGENERATIVA
Portador da doença incurável 'ela' tem sua posse ameaçada

Como os políticos sabem ser cruéis, já se fala em impedir a posse, como deputado federal, do médico alagoano Hemerson Casado, paciente da doença degenerativa Ela. Suplente do indicado de Renan Calheiros para o Ministério de Turismo, Hemerson preserva a lucidez, a inteligência e capacidade de luta. A exemplo do físico britânico Stephen Hawking, ele pode se tornar um símbolo da luta pelos direitos dos pacientes da doença e por investimentos em pesquisas para a cura. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.


Políticos de Alagoas relatam tentativa do suplente seguinte, Fernando Hollanda, de requerer perícia para barrar a posse de Hemerson.
Fernando Hollanda é filiado ao PMDB e tem ligações ao grupo chefiado por Renan Calheiros, em Alagoas.
Cirurgião admirado pelos alagoanos, Hemerson luta pela criação de pólo biotecnológico para pesquisa e tratamento de doenças raras.

DE: PIADAS

 PICADA 
A adolescente volta da aula de golfe, chorando:
- O que aconteceu? - pergunta o pai, preocupado.
- Fui mordida por uma abelha!
- Em que lugar?
- Entre o primeiro e o segundo buraco!
- Vou falar com o seu professor. Ele precisa lhe alertar que você está jogando com as pernas muito abertas.

 ABORTO 
Duas bichas estão andando no mato quando uma delas diz:
- Espera um pouco, que eu vou fazer cocô e já volto!
Cinco minutos depois ela volta gritando, na maior agitação:
- Querida!... aconteceu uma desgraça! Aaai... meu Deus!
- O que foi? O que foi? Fala logo! - interpelou a outra, assustada.
- Menina, eu abortei!
- Abortou? Você está maluca? Aonde já se viu bicha abortar?
- Ah... é, é? Não acredita? Então vem ver! Olha ali... - disse ela apontando para o montinho que acabara de inaugurar - olha os olhinhos... os bracinhos... Tá vendo?... E está se mexendo!
 

quarta-feira, 20 de julho de 2016

RODOVIAS BRASILEIRAS: O 'PROBLEMA' É... R$ (REAL)

CAUSO

ELEIÇÃO PARA PREFEITO EM SANTA CRUZ (RN)
Por: Tarcísio Pereira (Tatá de Ataíde)

A CAMPANHA ELEITORAL ESTAVA ACIRRADA,DE UM LADO ZÉ AURÉLIO, DO OUTRO BALÊLÊ.
O REDUTO ELEITORAL DE BALÊLÊ [ PARAISO] E TODOS GRITAVAM: 
- QUEREMOS BALÊLÊ! QUEREMOS BALELÊ!
'ZÉ DO GALO' MORAVA NA ELOY DE SOUZA E TINHA UM PAPAGAIO MUITO FALADOR QUE APRENDEU A GRITAR "QUEREMOS BALLÊ". EM TODOS OS COMÍCIOS, 'ZÉ DO GALO' LEVAVA O PAPAGAIO NO OMBRO. N
A SEMANA SANTA VINHA A PROCISSÃO DO SENHOR MORTO DESCENDO NA ELOY DE SOUZA, E DE FRENTE A CASA DE ZE DO GALO, AS BEATAS VINHAM CANTANDO: 
- QUEREMOS DEUS QUE É NOSSO REI, QUEREMOS DEUS QUE É NOSSO PAI.. 
O PAPAGAIO 'PRIQUITIM' [ERA O NOME DELE] VIROU UMA FERA, E GRITOU: