A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

quinta-feira, 23 de julho de 2015

DE: PIADAS

  NO HOTEL 
Um famoso hotel suíço acaba de formalizar um protesto junto à embaixada brasileira pelos maus modos de hóspedes brasileiros e cogita a hipótese de não aceitar mais clientes tupiniquins. 
Na recepção da estação de esqui do hotel, havia um cartaz informando as condições da neve:
O incidente que originou tal revolta seria cômico, se não fosse trágico pelo arranhão diplomático causado.
Neuchatel: 12 cm, mole 
Mürren: 14 cm, macia 
Lausanne: 15 cm, escorregadia 
Schaffhausen: 18 cm, consistente 
Logo abaixo, um brasileiro acrescentou: 
Luiz da Silva: 22 cm, duro.  

 NO  CÉU  
Lula morreu e foi se apresentar à São Pedro e, após uma breve entrevista, vendo a precariedade cultural do entrevistado, São Pedro ordenou-lhe que ficasse quinze dias na ala dos filósofos para que pelo menos o básico lhe fosse ensinado. 
No dia seguinte, preocupado com a decisão que havia tomado, São Pedro foi até a ala dos filósofos e, pela fresta da janela, surpreendeu Confúcio conversando com o "Cara".
- Quantas vezes vou ter que repetir, senhor Luiz Inácio! dizia o grande filósofo irritado. 
- Epístola, não é a mulher do apóstolo.
- Eucaristia, não é o aumento do custo de vida. 
- Encíclica, não é bicicleta de uma roda só.
- Ano Santo, não é o c... do Papa 
- Diabético, não é um que tenha pacto com o diabo.
- NASA, não é sinônimo de nazista.. 
- E meu nome é Confúcio! Pafúncio é o meu c@r@lhº. 

 NO PALÁCIO 
Lula, o  ex-presidente do Brasil, por ocasião de uma viagem a Paris, foi convidado para jantar no palácio do governo francês com algumas autoridades. Ao final do jantar, perguntaram se ele sabia quem tinha sido o maior general francês. Ele, é claro, não sabia e ficou meio sem jeito. Por sorte, havia um busto de Napoleão em cima da geladeira, logo notado por Dona Marisa, esposa de Lula, que cochichou para o marido:
- Lula, olha pra geladeira que você lembra!
O "Cara" olhou, fez uma cara de "agora me lembro" e, para espanto geral, soltou:

- Sou obrigado a dizer que o maior general que a França já teve foi o tal de General Eletric.

Nenhum comentário: