A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

sábado, 10 de outubro de 2015

DE: HUMOR

PÉROLAS DO MUNDO JURÍDICO

Ação de Execução, em certa Comarca de Mato Grosso. O despacho judicial assim determinava: 
Arquive-se esta execução, porque o exeqüente foi executado (à bala) pelo devedor. 
Avaliação feita por um oficial de justiça: 
— ...um crucifixo de madeira, estilo country-colonial, marca INRI®, sem número de série... 
Conclusão tirada de um estudo de viabilidade econômica de um empreendimento agropecuário: 
O investimento é viável, desde que tenha um começo, um meio e uma eternidade. 
De um relatório elaborado por fiscal da Carteira Agrícola do Banco do Brasil: 
Financiado executou o trabalho braçalmente e animalmente. 
Do relatório de um perito-avaliador com tendência a profeta: 
Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca se acabe. Vai terminar sendo executado pelo banco. 
Encerramento de laudo judicial, em processo que tramitou na Vara Cível do Fórum João Mendes, SP: 
Os anexos seguem em separado. 
Extraído da sentença de ação de desapropriação em Comarca do interior de São Paulo: 
À vista do trabalho apresentado pelo Assistente Técnico do expropriado, o laudo do perito judicial é de uma pobreza franciscana... 
Fragmento do laudo de um perito judicial sobre a descrição de uma edificação: 
— ...um barracão com pé direito de 5 metros e pé esquerdo de 4 metros. 
Frase retirada de um laudo judicial, mais particularmente do capítulo relativo à descrição do imóvel: 
O imóvel está uma boneca. 
Início do relatório de um perito-avaliador:
Chegando à fazenda do Sr. Pedro Jacaré e em não encontrando o réptil... 
Memorando de justificativa da ausência de um bancário ao trabalho: 
Referência: Cobra. Comunico que faltei ao expediente do dia 14 em virtude de ter sido mordido pela epigrafada. 
Num processo em Santo André, SP, no qual o advogado requereu a citação pessoal do de cujus (ou seja, do morto), apareceu o seguinte despacho: 
Para que não se venha alegar cerceamento de direito, venha, em 48 horas improrrogáveis, nova, correta e definitiva emenda à inicial, eis que o de cujus encontra-se nos céus ou nos purgatórios, ou, ainda, nos infernos, não dispondo o Juízo de dons mediúnicos para convocá-lo à resposta. 
Opinião do fiscal da Carteira Agrícola do Banco do Brasil: 
Desconfio de que o mutuário está com intenção de pagar o débito. 
Perito tentando dar uma imagem real da topografia de uma área: 
Era uma ribanceira tão ribanceada que se estivesse chovendo e eu andasse a cavalo e o dito cujo escorregasse, adeus perito.
Relato do perito que gosta de ter seu trabalho valorizado:
Visitamos um açude nos fundos da fazenda e depois de longos e demorados estudos constatamos que estava vazio. 
Relatório sobre a aplicação de financiamento concedido a fazendeiro do interior: 
As garantias permanecem em perfeito estado de abandono e conservação. Mutuário mantém vida privada na fazenda. 


Sobre dons mediúnicos ou sobrenaturais. Extraída do Relatório de um fiscal do Banco do Nordeste, após visita efetuada à propriedade rural de um mutuário que, segundo soube o fiscal, abandonara o imóvel e montara um terreiro de macumba nas proximidades da cidade: 
Achamos difícil o retorno de nosso capital, de vez que o mutuário abandonou as lides agropecuárias, dedicando-se, atualmente, às atividades sobrenaturais, onde exerce as altas funções de pai-de-santo. 
Uma avaliação realizada por um avaliador leigo, descrevendo bens para penhora em execução: 
— ...o material é imprestável, mas pode ser utilizado.

Nenhum comentário: