A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

GOVERNO ROBINSON FARIA (RN) QUER COBRAR MAIS IMPOSTO DO CARRO NOVO E ATÉ DE "CAMBÃO VELHO".

Por: Por Hana Dourado  
Em:  
Atualizado em 16 de outubro às 18:22 

Quase 400 mil veículos isentos passam a ser taxados com proposta de IPVA

Projeto que tramita na AL, propõe a cobrança de IPVA para os veículos com mais de 10 anos


Automóveis com mais de 10 anos poderão ser taxados (Foto: Alberto Leandro/PortalNoar)
Automóveis com mais de 10 anos poderão ser taxados (Foto: Alberto Leandro/PortalNoar)
Um projeto polêmico que tramita na Assembleia Legislativa, pode fazer doer no bolso dos motoristas do Rio Grande do Norte. O projeto do Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) pretende aumentar o valor da taxação para os veículos novos e, ainda, taxar os veículos com mais de 10 anos, que até então eram isentos.
O RN é um dos únicos estados brasileiros que mantém o prazo de isenção do IPVA de 10 anos. Outros três estados mantém o prazo, são eles: Goiás, Acre e Roraima.
Atualmente 1,9 milhão de automóveis são taxados. Com o novo projeto de lei, aproximadamente 384 mil veículos produzidos até 2005, entre os quais estão motos, ônibus, caminhões e carros, deixarão de ser isentos do IPVA. Os veículos representariam um acréscimo significativo nas contas do Governo, que de janeiro até setembro deste ano, já arrecadou mais de R$ 257 milhões.
O deputado Albert Dickson (PROS), é o relator do projeto. Segundo o parlamentar, a cobrança de IPVA para os veículos antigos seria menor que a dos veículos novos e ajudaria a criar um fundo nas contas do Estado.
“Para os isentos, a cobrança seria menor e criaria um fundo. Não seria de 3%”, explicou.
Os menos de 3% citados pelo deputado Albert Dickson, é visto como prejudicial pelos motoristas. O funcionário público Agenor Alexandre, dono de veículo modelo Gol 1988, acredita que a taxação irá prejudicar as pessoas mais carentes.

Para Agenor Alexandre cobrança de IPVA prejudica a população carente (Foto: Alberto Leandro/PortalNoar)
Para Agenor Alexandre cobrança de IPVA prejudica a população (Foto: Alberto Leandro/PortalNoar)
“A maioria das pessoas não tem dinheiro para comprar um carro novo. Elas compram o carro antigo para trabalhar. Mal dá para pagar as contas. Não consigo concordar com isso de forma alguma”, contou indignado.
O mestre de obras, João Batista, possui um Uno 1992. Para Batista, a cobrança de IPVA para veículos antigos força o motorista a trocar seu carro por um automóvel mais novo.
“Se usamos o carro antigo é porque existe o motivo financeiro também. Se for para pagar o IPVA no carro velho, é melhor pagar o mesmo no carro novo”, diz.
Além dos potiguares precisarem pagar o IPVA dos veículos, sejam eles novos ou antigos, o projeto propõe ainda o aumento do tributo para os automóveis novos – produzidos de nos últimos 10 anos –. A sugestão do executivo é aumentar o imposto dos atuais 2,5% para 3%.

LEIA A ÍNTEGRA DA MATÉRIA

Nenhum comentário: