A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

domingo, 21 de fevereiro de 2016

CITADA POR TENTAR IMPEDIR AUDIÊNCIA DO GOVERNADOR ROBINSON FARIA COM A PRESIDENTE DA REPÚBLICA, SENADORA PETISTA DIVULGA NOTA DE ESCLARECIMENTO

A senadora Fátima Bezerra foi surpreendida hoje com notícia publicada pelo colunista Cláudio Humberto - e repercutida por blogueiros do Estado - sobre supostas gestões que teria feito no sentido de tentar impedir audiência do governador Robinson Faria com a presidenta Dilma Rousseff. Deste episódio, a pergunta que fica é: a quem interessa ser porta-voz de notícia tão irresponsável, desrespeitosa e de prestar tamanho desserviço   ao RN? Certamente ao povo potiguar que não é.]
O mandato da senadora é reconhecido por uma atuação republicana e em absoluta sintonia com as demandas do Estado. Nunca houve qualquer tipo de interferência de sua parte no sentido de impedir gestores potiguares de pleitearem, e por consequência, tornarem possíveis, benefícios para o Rio Grande do Norte. Quando houve, foi no sentido de contribuir. Sempre foi assim - com aqueles que pertenciam a um partido de oposição ao seu - imagine um aliado do PT, como é o caso.
A senadora somente tomou conhecimento da audiência do governador com a presidenta Dilma quando aguardava junto com prefeitos do RN,  no MEC, o próprio chefe do Executivo, para tratar dos R$ 192 milhões que o Estado e municípios correm o risco de ter de devolver à União, face compensações indevidas do Fundeb.
A senadora repudia de forma veemente esse tipo de notícia fantasiosa, que visa exclusivamente desviar os reais e urgentes interesses do Estado para  dar voz a boatos inverossímeis e apequenar o debate político. A atuação da parlamentar Fátima Bezerra quando o assunto for o interesse do Estado é, e continuará sendo, prioridade máxima. Do seu mandato, não esperem outra coisa que não a responsabilidade e o compromisso de sempre. 

Senadora Fátima Bezerra (PT-RN) 
Nota de Esclarecimento A senadora Fátima Bezerra foi surpreendida hoje com notícia publicada pelo colunista Cláudio Humberto - e repercutida por blogueiros do Estado - sobre supostas gestões que teria feito no sentido de tentar impedir audiência do governador Robinson Faria com a presidenta Dilma Rousseff. Deste episódio, a pergunta que fica é: a quem interessa ser porta-voz de notícia tão irresponsável, desrespeitosa e de prestar tamanho desserviço ao RN? Certamente ao povo potiguar que não é. O mandato da senadora é reconhecido por uma atuação republicana e em absoluta sintonia com as demandas do Estado. Nunca houve qualquer tipo de interferência de sua parte no sentido de impedir gestores potiguares de pleitearem, e por consequência, tornarem possíveis, benefícios para o Rio Grande do Norte. Quando houve, foi no sentido de contribuir. Sempre foi assim - com aqueles que pertenciam clique aqui a um partido de oposição ao seu - imagine um aliado do PT, como é o caso. A senadora somente tomou conhecimento da audiência do governador com a presidenta Dilma quando aguardava junto com prefeitos do RN, no MEC, o próprio chefe do Executivo, para tratar dos R$ 192 milhões que o Estado e municípios correm o risco de ter de devolver à União, face compensações indevidas do Fundeb. A senadora repudia de forma veemente esse tipo de notícia fantasiosa, que visa exclusivamente desviar os reais e urgentes interesses do Estado para dar voz a boatos inverossímeis e apequenar o debate político. A atuação da parlamentar Fátima Bezerra quando o assunto for o interesse do Estado é, e continuará sendo, prioridade máxima. Sem ilações. Não esperem outra coisa da senadora Fátima Bezerra que a responsabilidade e o compromisso de sempre
Nota de Esclarecimento A senadora Fátima Bezerra foi surpreendida hoje com notícia publicada pelo colunista Cláudio Humberto - e repercutida por blogueiros do Estado - sobre supostas gestões que teria feito no sentido de tentar impedir audiência do governador Robinson Faria com a presidenta Dilma Rousseff. Deste episódio, a pergunta que fica é: a quem interessa ser porta-voz de notícia tão irresponsável, desrespeitosa e de prestar tamanho desserviço ao RN? Certamente ao povo potiguar que não é. O mandato da senadora é reconhecido por uma atuação republicana e em absoluta sintonia com as demandas do Estado. Nunca houve qualquer tipo de interferência de sua parte no sentido de impedir gestores potiguares de pleitearem, e por consequência, tornarem possíveis, benefícios para o Rio Grande do Norte. Quando houve, foi no sentido de contribuir. Sempre foi assim - com aqueles que pertenciam clique aqui a um partido de oposição ao seu - imagine um aliado do PT, como é o caso. A senadora somente tomou conhecimento da audiência do governador com a presidenta Dilma quando aguardava junto com prefeitos do RN, no MEC, o próprio chefe do Executivo, para tratar dos R$ 192 milhões que o Estado e municípios correm o risco de ter de devolver à União, face compensações indevidas do Fundeb. A senadora repudia de forma veemente esse tipo de notícia fantasiosa, que visa exclusivamente desviar os reais e urgentes interesses do Estado para dar voz a boatos inverossímeis e apequenar o debate político. A atuação da parlamentar Fátima Bezerra quando o assunto for o interesse do Estado é, e continuará sendo, prioridade máxima. Sem ilações. Não esperem outra coisa da senadora Fátima Bezerra que a responsabilidade e o compromisso de sempre
Nota de Esclarecimento A senadora Fátima Bezerra foi surpreendida hoje com notícia publicada pelo colunista Cláudio Humberto - e repercutida por blogueiros do Estado - sobre supostas gestões que teria feito no sentido de tentar impedir audiência do governador Robinson Faria com a presidenta Dilma Rousseff. Deste episódio, a pergunta que fica é: a quem interessa ser porta-voz de notícia tão irresponsável, desrespeitosa e de prestar tamanho desserviço ao RN? Certamente ao povo potiguar que não é. O mandato da senadora é reconhecido por uma atuação republicana e em absoluta sintonia com as demandas do Estado. Nunca houve qualquer tipo de interferência de sua parte no sentido de impedir gestores potiguares de pleitearem, e por consequência, tornarem possíveis, benefícios para o Rio Grande do Norte. Quando houve, foi no sentido de contribuir. Sempre foi assim - com aqueles que pertenciam clique aqui a um partido de oposição ao seu - imagine um aliado do PT, como é o caso. A senadora somente tomou conhecimento da audiência do governador com a presidenta Dilma quando aguardava junto com prefeitos do RN, no MEC, o próprio chefe do Executivo, para tratar dos R$ 192 milhões que o Estado e municípios correm o risco de ter de devolver à União, face compensações indevidas do Fundeb. A senadora repudia de forma veemente esse tipo de notícia fantasiosa, que visa exclusivamente desviar os reais e urgentes interesses do Estado para dar voz a boatos inverossímeis e apequenar o debate político. A atuação da parlamentar Fátima Bezerra quando o assunto for o interesse do Estado é, e continuará sendo, prioridade máxima. Sem ilações. Não esperem outra coisa da senadora Fátima Bezerra que a responsabilidade e o compromisso de sempre

Nenhum comentário: