A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

terça-feira, 28 de junho de 2016

DE: PIADA

O GURI, O GAÚCHO E O CAPETA

Estava o gaudério em sua estância trabalhando quando olhou para o relógio e exclamou assustado:
- A las frescas! Tô mais atrasado que tartaruga em desfile de lebre! O fandango começa daqui a pouco, tchê!
Apressadíssimo, o gaúcho correu para a casa e no caminho falou pro guri que trabalhava na fazenda:
- Guri, encilha ligeiro um animal pra mim que eu to louco de atrasado pro baile!
E o menino fez o que o gaudério mandou. O gaúcho montou e se mandou correndo para chegar em tempo no baile. No caminho resolveu pegar um atalho que, diziam, tinha assombração. Ele nem quis saber.
De repente, no meio do mato, surgiu o diabo, o capeta em pessoa.
O gaudério, mais branco que lenço de padre, se cagou todo:
- Coisa ruim! Por favor não me mate,  tchê!
- Calma, gaúcho - respondeu o tristonho - Pelo contrário, vou te conceder três pedidos. Peça o que quiser.
- Ah, é assim? Pois então eu quero um rosto de galã de cinema, que a minha guaiaca fique cheia de dinheiro e quero um órgão sexual igual ao deste animal que estou montando.
- Pode ir pro baile - disse o demo - vou te atender os desejos.
E o gaudério chegou no fandango, atiçado. Foi pro banheiro conferir o resultado dos pedidos. Primeiro olhou no espelho e tava com o rosto do Alan Delon. Depois abriu a guaiaca e era dinheiro que não cabia mais.
Finalmente baixou a calça pra conferir o terceiro pedido:

- Guri de merda! Me encilhou uma égua!!

Nenhum comentário: