A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

terça-feira, 12 de julho de 2016

DE: PIADA

APELIDO QUE ERA SINÔNIMO DE MORTE
 
Certo dia um cara chamado José inventou de casar. Sua esposa engravidou, e 9 meses depois, quando ela foi fazer o parto, era gravidez psicológica, só ‘vento’. Aí a turma de 'cabuetas' da pequena cidade colocou seu apelido de ‘Zé do Vento’. 
Onde ele passava os caras gritavam: Zé do Vento, Zé do Vento. Ele se enraivou e começou a matar gente. Quem o chamava de Zé do Vento ele matava. Certo dia o padre lhe chamou e disse:
- Faça isso não, você está pecando diante de Deus, só porque lhe chamam de Zé do Vento...
Zé do Vento falou:
- Tudo bem padre, não farei isso mais não. Sua bênção e 'inté'!
Mas foi só José sair e o padre ouviu uns tiros, quando olhou, tinha um morto nos batentes da igreja.
E o padre... 
- Mas Zé, você acabou de prometer diante de Deus, e ainda continua matando? 
Zé do Vento falou: 
 
- Padre, Zé do Vento até que vai, mas pedir meu 'bilau' para encher pneu de bicicleta eu não aceito não.

Nenhum comentário: