A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

terça-feira, 18 de julho de 2017

DE: PIADA

- ALUNO INTELIGENTE -

A professora estava tendo dificuldades com um dos alunos.
- Pedro, qual é o problema?
- Sou muito inteligente para estar no primeiro ano. Minha irmã está no terceiro ano e eu sou mais inteligente do que ela. Quero ir para o terceiro ano também!
A professora vê que não vai conseguir resolver o problema e o manda para a diretoria. Enquanto Pedro espera na antessala, ela explica a situação ao diretor. Ele propõe fazer um teste com Pedro, imaginando que o garoto não irá conseguir responder a todas as perguntas e assim terá que continuar no primeiro ano. A professora concorda. Chama Pedro e explica que ele vai ter de passar por um teste. O menino aceita.
- Pedro quanto é 3 vezes 3?
- 9.
- E quanto é 6 vezes 6
- 36.
O diretor continua a bateria de perguntas que um aluno do terceiro ano deve saber responder, e Pedro não comete nenhum erro. Ele diz para a professora:
- Acho que temos que colocar Pedro no terceiro ano.
A professora pergunta:
- Posso fazer as perguntas também?
O diretor e Pedro concordam. A professora pergunta:
- O que é que a vaca tem... e eu tenho duas?
Pedro pensa um instante e responde:
- Quatro pernas.
Ela faz outra pergunta:
- O que é que há nas suas calças que não há nas minhas?
O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo para interromper...
- Bolsos - responde Pedro.
- O que é que entra na frente da mulher e que só pode entrar atrás do homem?
Surpreso com os questionamentos, o diretor prende a respiração...
- A letra M - responde o garoto.
A professora continua a arguição:
- Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho?
- Na África - responde Pedro de primeira.
- O que é que começa com a letra C, termina com a letra U e ora está sujo, ora está limpo?
O diretor começa a suar frio.
- O céu professora.
- O que é que começa com C, tem duas letras, um buraco no meio e eu já dei para várias pessoas?

- CD.
Não mais se contendo, o diretor interrompe, respira aliviado e diz para a professora:
- Põe o Pedro no quarto ano. Eu mesmo teria errado todas as suas perguntas.

Nenhum comentário: