A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

sábado, 30 de janeiro de 2016

E AÍ... CARA, DÁ PRA ENTENDER?


- A MULHER DE CÉSAR NÃO BASTA SER HONESTA
TEM DE PARECER HONESTA -

O imperador romano Júlio César, que viveu por volta de 60 a.C. deu origem à expressão “À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta. A história começa por causa de sua esposa, Pompéia, que tinha um admirador, chamado Clódio.
Para tentar se encontrar com Pompéia, Clódio se vestiu de mulher e entrou no palácio, porém o local era tão grande, que o jovem se perdeu pelos corredores. A farsa foi descoberta por causa da voz de Clódio, que não era feminina.
Todos os cidadãos de Roma ficaram revoltados com o fato e Clódio foi julgado nos tribunais. César, durante o julgamento, declarou que a mulher era inocente e todos os boatos sobre ela eram apenas boatos. Clódio foi absolvido, porém César passou a repudiar a esposa.
Ao ser questionado sobre a atitude de repudiar a esposa, mesmo após afirmar que confiava em sua inocência, César respondeu que a mulher não deveria apenas ser honesta, mas também deveria passar essa imagem para todos, pois não era bom para imagem dele que as pessoas espalhassem boatos pelas suas costas, mesmo que fossem mentiras.

Fonte: Blog Joanna, a estrogênia.

Nenhum comentário: