A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

domingo, 4 de junho de 2017

POESIA POPULAR NORDESTINA


Deixe junho pro São João
Implora Bráulio Tavares
Já que as modas vulgares
Afrontam nosso baião.
Deixe o velho Gonzagão
Encantar meu Seridó,
Deixe as saias de filó 
Sujar no barro batido
Porque tudo é permitido
Pra quem quer dançar forró.
 - - - x - - -
Toquem Jackson do Pandeiro
Ou mesmo Flávio José,
Onde tem arrasta pé
Tem um gordo zabumbeiro.
Ao lado do candeeiro
Um 'bebo' quer apagar,
Antes do sol clarear
Pode até botar pimenta
Quando o cabra se apoquenta
Se a moça não for dançar.
  - - - x - - -
Vou de calça de retalho
Com bigode de carvão,
Quando aperto o cinturão
É 'mermim' um espantalho.
Quero ouvir Elba Ramalho
Feliz em Bodocongó,
Já Xitão e Xororó
Pé de Serra não solfeja
Porque música sertaneja 
Não dá liga com forró.
   - - - - - - -
Autor: Primo Poeta

Nenhum comentário: