A LUTA CONTINUA!


ONDE A SERIEDADE É FULEIRA... E A FULEIRAGEM É SÉRIA!

domingo, 13 de agosto de 2017

POESIA POPULAR NORDESTINA

              

        VOCÊ HOJE ME PAGA O QUE TEM FEITO
COM OS POETAS MAIS FRACOS DO QUE EU.

José Alves Sobrinho:
Vou lhe avisar agora Zé Limeira 
Dizem que quem avisa amigo é 
Vou lhe amarrar agora a mão e o pé 
E lhe atirar naquela capoeira 
Pra você não dizer tanta besteira 
Nesta noite em que Deus nos acolheu 
Você hoje se esquece que nasceu 
E se lembra que eu sou bom e perfeito 
Você hoje me paga o que tem feito 
Com os poetas mais fracos do que eu. 
Zé Limeira:
Mais de trinta da sua qualistria
Não me faz eu correr nem ter sobrosso
Eu agarro a tacaca no pescoço
E carrego pra minha freguesia
Viva João, viva Zé, viva Maria
Viva a lua que o rato não lambeu
Viva o rato que a lua não roeu
Zé Limeira só canta desse jeito
Você hoje me paga o que tem feito
Com os poetas mais fracos do que eu.

(TRECHO DE UMA 'PELEJA' ENTRE OS POETAS JOSÉ ALVES SOBRINHO E ZÉ LIMEIRA)

Nenhum comentário: